“Todos pela Ucrânia”

fb-share-icon0

Total de Visualizações 522 

Matosinhos, Porto e Vila Nova de Gaia criam plataforma de apoio aos deslocados

Os municípios da Frente Atlântica do Porto uniram esforços para apoiar os deslocados da Ucrânia na sequência da invasão daquele território pela Rússia.

Os presidentes das câmaras municipais de Matosinhos, Luísa Salgueiro, do Porto, Rui Moreira, e de Vila Nova de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, assinaram hoje, no Porto, o protocolo “Todos pela Ucrânia”.

O documento estabelece a criação de uma plataforma comum que divulga as respostas existentes e estimula sinergias na área geográfica da Frente Atlântica do Porto, denominada “Todos pela Ucrânia”.

Toda a informação será disponibilizada quer em português quer em ucraniano.

Presente nesta cerimónia, a cônsul chefe da Ucrânia no Porto, Alina Ponomarenko, lembrou os “bombardeamentos brutais” a alvos civis e militares no seu país e apelou à comunidade internacional para que “feche o céu” sobre a Ucrânia. “Vamos proteger a nossa terra […], o povo ucraniano está a morrer pela sua liberdade e a da Europa. Estamos a lutar pela civilização e apelamos à comunidade internacional para fechar o céu sobre a Ucrânia. Disso depende o futuro da Ucrânia e do mundo”, reforçou.

Para a presidente da Câmara de Matosinhos, Luísa Salgueiro, a iniciativa da Frente Atlântica “junta aquilo que cada um pode fazer de melhor” e é um exemplo de como é possível, através do exercício político, “fazer o bem a quem mais precisa”.

O presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, referiu que a iniciativa é uma afirmação do “humanismo e da solidariedade”, de “repúdio à barbárie e à soberba”, que “celebra a civilização”.

A cerimónia de hoje contou ainda com a assinatura de dois protocolos para apoiar refugiados, um com a Ordem dos Psicólogos – visando a “disponibilização das condições para a implementação de uma resposta de literacia em saúde psicológica e bem-estar no âmbito de processos de paz” – e outro com o Conselho Regional do Porto da Ordem dos Advogados para a prestação de serviços e aconselhamento jurídico.

A iniciativa “Somos Todos Ucrânia” está alicerçada em quatro níveis de atuação: a recolha de alimentos, que foram pedidos pelo Consulado da Ucrânia no Porto e que serão entregues na fronteira com a Polónia; a agregação de ofertas de alojamento e disponibilidade para acolhimento; a criação de uma bolsa de empregos; e a disponibilização de uma bolsa de serviços nas várias áreas para a ajudar à integração em Portugal.

Foi ainda criado o portal www.somostodosucrania.pt e uma linha de apoio 222 090 420.

Marcaram presença nesta cerimónia o vice-presidente, Carlos Mouta, os vereadores Fernando Rocha e Vasco Pinho, o administrador da Matosinhos Sport, Henrique Calisto, os presidentes das União de Freguesia de Matosinhos e Leça da Palmeira, Paulo Carvalho, e da União de Freguesia S. Mamede de Infesta e Senhora, Leonardo Fernandes, o Presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde de Matosinhos, António Taveira Gomes, entre autarcas, entidades e instituições dos três municípios envolvidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.