Pandemia? “Políticos estão cansados, mas deviam era estar calados”

fb-share-icon0

Total de Visualizações 840 

Um artigo de opinião assinado por Joaquim Jorge, biólogo e fundador do Clube dos Pensadores.

“Há um enorme cansaço da população portuguesa devido à Covid-19. Há uma ânsia enorme de voltar à normalidade. Mas já se viu que isso não é possível. Procuramos agarrar-nos a tudo para podermos facilitar um pouco. A vacina deu-nos uma luz ao fundo do túnel, mas como já se viu atenua mas não resolve.

As pessoas têm de estar preparadas para serem vacinadas e pelos anos seguintes tomarem um reforço.

Apercebo-me que há uma tolerância social a determinado número de contágios e mortes. A vida tem de continuar. A tolerância zero para com esta pandemia é uma utopia.

A sociedade e o vírus vão ter de conviver até termos a imunidade de grupo com a maioria da população vacinada.

As pessoas ainda não perceberam que não há direito ao futuro com esta pandemia. As nossas vidas estão suspensas e serão retomadas lentamente, contudo nada será como antes.

Porém, os nossos políticos, que também estão cansados, deviam era estar calados e não fazer de nós ‘meninos’. A descrição e o silêncio seriam importantes.

Se um político como Ferro Rodrigues diz para os portugueses irem ver o jogo de Portugal a Sevilha está a dar um sinal contrário ao que se passa em Portugal. Está errado! Se Marcelo Rebelo de Sousa diz que só vai a Sevilha se qualquer cidadão o puder fazer. Está errado!

Como vivem em Lisboa deveriam ter recato total. Lisboa está mal. Qualquer cidade que tivesse o grau de contágio de Lisboa já estaria confinada há muito tempo. Lisboa é a menina dos olhos dos nossos governantes a nível político, a nível económico e agora a nível sanitário.

Lisboa faz, desfaz e vive a seu bel-prazer. A Covid-19 veio reiterar essa realidade.

Depois, os políticos ainda não perceberam que os seus sinais são dados pelo seu exemplo. E, para serem seguidos, devem pôr em prática o que dizem. Vejam o jogo pela televisão assim como a maioria dos portugueses e fica tudo bem.

Em Portugal tem de acabar de uma vez por todas o mundo dos privilégios e exceções, assente numa hierarquia em que uma minoria são ‘filhos’ e uma enorme maioria são ‘enteados’.

 

TVSH 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.