MatosinhosHabit promove workshop de “Alimentação Desperdício Zero”

fb-share-icon0

Loading

No âmbito do projeto “Certificação Coração Verde”, a MatosinhosHabit promoveu, no dia 2 de abril, no Parque Ecológico Monte de São Brás, um workshop dedicado à temática “Alimentação Desperdício Zero”. Durante a sessão, realizada em parceria com a Lipor e a União de Freguesias de Perafita, Lavra e Santa Cruz do Bispo, foram transmitidas aos participantes algumas estratégias para potenciar a poupança nas famílias, de modo a diminuir o desperdício alimentar.

Durante o evento foi confecionada uma sopa, um patê, um bolo e um refresco, com aproveitamento total dos alimentos, sem qualquer desperdício. No fim da confeção todos os participantes provaram as iguarias. O workshop contou com a presença da população residente no Conjunto Habitacional das Ribeiras I, onde foi dada continuidade à missão de incentivar o caminho da sustentabilidade e da economia circular, rumo à Certificação Coração Verde deste Conjunto Habitacional.

O projeto Certificação Coração Verde tem como objetivo promover o compromisso dos cidadãos com boas práticas ambientais. A iniciativa irá ser aplicada aos restantes conjuntos habitacionais de Matosinhos.

Helena Vaz, administradora da MatosinhosHabit, explica a adesão ao certificado “Coração Verde” referindo que “esta iniciativa tem como base o melhoramento e a intensificação dos processos instituídos em várias áreas essenciais como a gestão ambiental, gestão da água e da energia, e a gestão sustentável dos espaços verdes ou ajardinados. Fomentar a alteração e a adoção de hábitos e práticas ambientais é um dos princípios que a MatosinhosHabit tendo vindo a implementar junto da população dos conjuntos habitacionais do concelho”, salienta.

A MatosinhosHabit tem já previstas várias ações para envolver a comunidade no projeto, nomeadamente a auscultação dos habitantes e sensibilização da mesma para a importância da reciclagem, apoiada pela distribuição de Ecobags; a implementação de uma horta comunitária e/ou canteiro vertical de aromáticas e flores, construídas com a população e na qual está incluída uma ação de formação para o efeito; e a reabilitação do espaço comum central da praceta, uma intervenção da responsabilidade dos jovens residentes no conjunto habitacional das Ribeiras – I, sensibilizando-os também para a adoção de hábitos responsáveis no que respeita à recolha dos dejetos de animais de companhia.

 

 

TVSH 2022

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *