Barulho de camiões frigoríficos de empresa em Matosinhos atormenta moradores

fb-share-icon0

Loading

O barulho “ensurdecedor” das câmaras frigoríficas dos camiões de uma empresa em Perafita, Matosinhos, perturba vários moradores, há pelo menos quatro anos. A residir na rua Óscar da Silva, Maria Pereira já reportou o caso várias vezes à PSP e à Câmara de Matosinhos. Ainda assim garante que “nunca fizeram nada”. Empresa não reconhece a ocorrência.

 

“Cheguei ao ponto em que tenho de meter música para adormecer”. Quem o diz é Maria Pereira que lida com o ruído “ensurdecedor” da empresa, situada nas traseiras da sua casa.

Quando entrou naquela casa, há dez anos, a área onde está agora a empresa estava ao abandono. Nada fazia prever que, poucos anos depois, iria “lidar com um barulho traumático dia e noite”. “Se soubesse o que sei hoje, tinha pensado duas vezes”, acrescenta a moradora.

Para além de Maria Pereira, os vizinhos também reconhecem o problema. Inclusive, assinaram em conjunto uma das queixas enviadas à PSP.

O JN contactou a Câmara de Matosinhos, mas não obteve resposta. No entanto, o Município comunicou à moradora, em abril de 2021, que procedeu a uma “sensibilização junto dos responsáveis da empresa para que sejam tomadas as providências necessárias para a cessação do ruído”.

Em resposta ao JN, a empresa declarou “desconhecer a ocorrência relatada, visto que não dispõe nem utiliza qualquer equipamento que possa ter provocado a referida ocorrência, sendo que, cumpre todos os requisitos previstos no Regulamento Geral do Ruído”.

Em 2013, Maria Pereira comprou a casa “em bruto”. Na altura, o casal decidiu fazer as intervenções por fases, mas os planos mudaram desde que o barulho começou a ser um problema para a família.

A casa tem dois pisos, mas a moradora recusa-se a avançar com as transformações se o barulho continuar: “O JN é a minha última cartada. Se não for feito nada, somos obrigados a sair e a vender o imóvel”.

 

Créditos: JN

TVSH 2022

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *