image

Clube dos Pensadores: Aniversário Europeu

21 Março, 2019 144 5 Sem comentários

Description

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em noite de aniversário, Marisa Matias prescindiu da sua intervenção inicial e permitiu que Joaquim Jorge fizesse um maior número de perguntas, assim como, quem assistiu a este debate

Joaquim Jorge na sua apresentação perguntou a Marisa Matias porque gosta tanto da frase: “Só melhoro quando chove”, o verso pertence ao poema de “Dona Doida” de Adélia Prado.

Marisa respondeu: “essa frase diz muita coisa, apesar de ser muito simples”. Considera-se “determinada, muito sonhadora, combativa e feminista” O que não significa que não ande com os pés bem assentes no chão”. Esta frase define a sua vida.

Joaquim Jorge perguntou “quanto ganha um deputado no Parlamento Europeu?” Marisa falou em várias variantes e ajudas ao exercício da função de deputado, sublinhado que “anda à volta de 6.400€”, podendo, por vezes “ir até 10.000€”. Não nega que em relação à maioria dos portugueses é um valor privilegiado, mas convém não esquecer que tem que viver em Bruxelas e como tal pagar renda de casa cá e lá. Existe também uma verba de despesas gerais em que a maioria dos deputados entendem que é seu, mas que não é bem assim!

Joaquim Jorge continuou com as suas perguntas e questionou Marisa Matias: “o que seria para o BE um bom resultado nas eleições europeias do dia 26 de Maio?”. A resposta foi pronta: “um bom resultado seria poder reforçar a representação do BE”. Retorquindo que, “gostaria que todos os deputados fossem avaliados pelo seu trabalho”.

Enfatizou que, “para ela a plebe tem muito mais valor do que pensa e os votos são das pessoas e não dos partidos. Deste modo, as eleições são sempre uma caixinha de surpresas”.

Joaquim Jorge perguntou,” qual a sua opinião sobre este rodopio de familiares no governo PS”? Salientou que: “as relações familiares para cargos públicos, todos deveríamos ter as mesmas oportunidades”. Aproveitou para dizer que “todos andamos há tempo demais, governo após governo, sempre no mesmo grupo. Na sua opinião teríamos muito a ganhar com a diversidade”.

Joaquim Jorge salientou que “não é ilegal nomear familiares, mas não fica bem”. Os cargos públicos não podem nem devem ser usados para que alguns se sirvam a si e às suas famílias”.

Joaquim Jorge aproveitou para perguntar “o que se está a passar com o Brexit”? A sua resposta foi interessante: “uma barraca de todo o tamanho”. “Uma grande trapalhada com consequências muito graves, sabemos que o povo britânico não quer, mas ainda não sabemos o que querer”!

 

Por fim Joaquim Jorge perguntou-lhe de a “possibilidade do BE ir para um futuro governo PS, após as eleições legislativas”. Fugiu à questão e afirmou que “um partido não deve desistir de disputar o poder e não ser sempre segunda linha”.

 

Aproveitou para tecer algumas considerações pela sua experiência europeia vivida in loco.

O cenário político europeu mudou muito e que a social-democracia está a colapsar.

O futuro tem muitas nuvens negras, é uma europeísta, mas critica construtiva, pois é a única forma de salvar a Europa. Uma das suas causas foi lutar durante quase 2 anos para impedir a entrada de medicamentos falsificados na UE. Confessa que chorou quando conseguiu!

Quanto aos movimentos de extrema-direita em Portugal, está preocupada pois Portugal não está imune! As forças políticas dominantes criaram muitos espaços abertos que têm sido preenchidos pela extrema direita, não podemos perder a vivacidade dos nossos direitos. Devemos reflectir todos profundamente, pois haverá muitos momentos que deveremos estar todos e todas ao lado da democracia!

 

A sessão terminou com toda a sala a cantar os parabéns ao Clube dos Pensadores e a brindar com champanhe e a comer uma fatia de bolo.

#figuraspublicasdematosinhos #tvsh #TVsenhoradahora #Matosinhos #clubedospensadores

Notícias